Gastronomia, receitas

Maçã termogênica!

Uma das principais características da cozinha contemporânea é a mistura de doce com o picante. E isso é bacana, pois resulta num prato termogênico na medida certa. A receita a seguir é a de um purê de maçã termogênico.

Embora para muitos, a mistura pareça incoerente, é na boca que os contrários se complementam. Esta é exatamente a ideia por trás deste purê de maçã com molho picante. Além de render assunto à mesa, a combinação vale mesmo é pelo seu efeito funcional.

Afinal, adicionar ao prato o poder termogênico que encontramos nas pimentas é sempre uma vantagem para quem quer estimular o metabolismo a queimar mais calorias.Com sua textura cremosa, ele pode ser servido como uma entrada ou acompanhamento de grelhados de carne branca, como frango ou peixe. Ou, ainda, como molho para sua salada preferida.

Quanto ao valor calórico, não há preocupação com limites. A receita rende cinco porções, com apenas 51,86 Kcal cada.

pure-de-maca-com-molho-picante

Ingredientes

Molho

1 pote de iogurte desnatado
1 pitada de sal e pimenta do reino
2 colheres (chá) de mostarda
1 punhado de manjericão (ou outras ervas frescas da sua preferência)
1 dente de alho
Pimenta caiena a gosto
2 colheres (sopa) de vinagre (maçã ou vinho) ou suco de limão
Sugestão: raspe um pouco da casca de limão no molho

Purê

2 maçãs sem casca
2 anises estrelados
½ xícara de água
1 pitada de sal

Modo de preparo

Molho

Bata tudo no liquidificador por cerca de 30 segundos.
Sirva com purê de maçã.

Purê

Aqueça uma panela com a água em fogo baixo.
Coloque as maçãs descascadas.
Junte o anis estrelado e cozinhe por 15 minutos.
Após este período, bata tudo no liquidificador até obter um purê.
Tempere com a pitada de sal.
Sirva em seguida com molho.

pure-de-maca-com-molho-picante-na-mesa

fonte e imagens: http://luciliadiniz.com/

Gastronomia, Outros, receitas

Pizza caseira fit!

Pizza é sempre uma boa pedida! Se for FIT então, melhor ainda. Comer bem, com calorias reduzidas e ainda de forma funcional. Muito bom! Veja abaixo como fazer a pizza caseira FIT.

fotoIngredientes

- 1 ovo;
– 2 colheres (sopa) de requeijão light ou zero;
– 4 colheres (sopa) de leite em pó desnatado;
– 2 colheres (sopa) de amido de milho;
– 1/2 colher (chá) de fermento em pó.

Bater bem o ovo. Depois acrescente os outros ingredientes. Coloque no forno já quente e asse por 10 minutos em fogo médio (180 graus). Retire do forno e só então coloque o recheio: mussarela light (ou sem lactose, se tiver intolerância), peito de peru ou qualquer outro recheio. Depois devolva ao forno e deixe lá até o queijo derreter. Uma ideia é rechear com carne moída também, como na foto.

fonte e imagem: receitasbasicas_fit (instagram)

Gastronomia, receitas

Basmati, o príncipe dos arrozes!

Que tal mudar o arroz nosso de cada dia? O basmati é uma variedade muito bem-vinda à mesa de quem busca perder peso. Com baixo índice glicêmico e sabor delicado, ele vem para saciar e satisfazer o paladar, através de uma aromática receita. Ele é chamado de “príncipe dos arrozes”.

Também conhecido como arroz indiano, o basmati tem alta concentração de magnésio, proteínas, vitaminas E e B, fibra, potássio e fósforo. Outra de suas qualidade é garantir uma rápida digestão, sendo altamente nutritivo para os tecidos do corpo.

Famoso por seu aroma adocicado, os grãos deste tipo são mais longos e contêm menos amido que o arroz tradicional – e tendem a ficar ainda mais compridos quando cozidos.

Para aproveitar os benefícios, nada como prepará-lo seguindo a tradição da culinária indiana, com condimentos e perfumes característicos desta gastronomia étnica.

A receita a seguir rende seis porções, com 161 calorias cada.

arroz-oriental

Ingredientes

1 xícara (chá) de arroz basmati
1 ½ xícaras (chá) de água fria
1 colher (chá) de sementes de mostarda
3 colheres (sopa) de suco de limão siciliano
2 colheres (sopa) de coentro fresco picado
1 pimenta jalapeño sem sementes picada
¼ colher (chá) de açafrão
¼ colher (chá) de sal

Modo de preparo

Lave bem o arroz com água.
Em seguida, coloque-o em uma panela.
Cubra com a água fria e deixe de molho por 30 minutos.
Leve para ferver em fogo médio-alto.
Cozinhe em panela destampada.
Mexa de vez em quando, até que parte da água evapore (cerca de seis minutos).
Tampe a panela, abaixe o fogo e cozinhe por cinco minutos.
Retire do fogo e deixe em repouso por cinco minutos.
Enquanto isso, numa frigideira pequena, ponha as sementes de mostarda.
Ligue o fogo médio-alto e aguarde as sementes começarem a estourar.
Retire do fogo, acrescente o suco de limão.
Junte o coentro, a pimenta, o açafrão e o sal.
Adicione a mistura ao arroz cozido e misture bem.
Sirva em seguida.

fonte e imagem: http://luciliadiniz.com/

Gastronomia, receitas

Salada no pote é a onda da vez!

Salada no pote é prático! E saudável. A moda do momento. E é bom que vire moda mesmo, pois comer com saúde e qualidade deveria fazer parte da rotina de todos. Gostei muito dos potinhos crudités, bolados por Lucília Diniz. Dispenso o pimentão, apenas!

O nome crudité tem origem francesa. Corresponde a vegetais crus servidos com molho. Pela presença colorida na mesa, além da praticidade de poder serem comidos com as mãos, são ótimos para servir como aperitivo ou prato de entrada em eventos.

salada-de-pote-crudite-capa

O bom da salada no pote é que ela pode durar até uma semana na geladeira. Como também, facilmente ser carregada na bolsa, para levar ao trabalho ou para um picnic.

A receita fica pronta em 15 minutos e rende uma porção, com 87,93 Kcal. Por conta do uso do iogurte, é seguro consumir até três dias depois de pronta.

salada-de-pote-crudite

Ingredientes

1 cenoura média
1 pepino japonês
2 talos de salsão
½ pimentão vermelho sem sementes

Molho

2 colheres (sopa) de suco de limão siciliano
1 colher (sopa) de hortelã fresca picada
3 colheres (sopa) de iogurte desnatado
1 colher (sopa) de pepino fatiado sem casca e sem sementes
1 pitada de adoçante em pó
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo

Em um bowl, junte o iogurte, o suco de limão, a hortelã e o adoçante.
Tempere com sal e pimenta a gosto.
Misture tudo até ficar homogêneo.
Leve à geladeira por 10 minutos e reserve.
Lave e seque os legumes.
Corte-os em formato de bastão e reserve.
Em um vidro com tampa de pressão, acomode o molho no fundo.
Em seguida, intercale os legumes em posição vertical.
Para servir, abra a tampa e vire o pote sobre um prato.

salada-de-pote-crudite-apresentacao

fonte e imagens: http://luciliadiniz.com

Gastronomia, receitas

Requeijão “pra toda obra”!

Um negócio que estraga a dieta é o requeijão. E como faz falta! Descobri uma receita ótima de um requeijão caseiro e light. Não é idêntico, mas fica muito bom.

re

- 200 gramas de ricota sem sal;
- 1 xícara de leite fervente (use o que for melhor para você);
- 1 colher de sopa (bem rasa) de maisena;
- temperos como o sal rosa do Himalaia e mais o que for do seu gosto.

Bata tudo no liquidificador e pronto! Pode usar este requeijão como molho para qualquer prato. Uma dica!

 

fonte e imagem: instagram receitasbasicas_fit

Gastronomia, receitas

Turbinar a salada e tirar a barriga ao mesmo tempo!

Comer folha cansa! Enjoa. Atire a primeira pedra para quem não aguenta mais o mesmo paladar. Então a ideia é incrementar a salada com molhos funcionais, por isso a sugestão é o molho de cenoura e gengibre para tornar este prato mais atraente. Lembre-se que sal, em excesso, provoca inchaço, retenção de líquidos e alteração na pressão arterial. Então o que adianta comer só salada se os temperos não vão bem?!

A dica, além do molho, é tentar usar limão ou vinagre balsâmico, que tem propriedades digestivas e ação termogênica.

Molhos prontos são perigosos, pois a maioria carrega no sódio e em conservantes, que podem desequilibrar os benefícios que a salada traz para a saúde. Então, mãos à obra! A receita a seguir rende uma xícara. Duas colheres de sopa têm 17 calorias.

molho-de-cenoura-e-gengibre

Ingredientes

1 cenoura média ralada
2 colheres (sopa) de gengibre descascado e em pedaços
1 colher (chá) de adoçante culinário
2 colheres (sopa) de vinagre de arroz
1 colher (chá) de suco de limão
2 colheres (chá) de shoyu light
Sal a gosto

Modo de preparo

Em uma panela pequena, ferva a cenoura com uma xícara (chá) de água.
Deixe cozinhar por cerca de 15 minutos ou até ficar macia.
Separe ½ xícara do líquido e escorra a cenoura.
Bata no liquidificador a cenoura e o restante do líquido do cozimento, até formar um purê.
Adicione o restante dos ingredientes.
Misture até ficar homogêneo  sirva em seguida.

fonte e imagem: http://luciliadiniz.com/

Gastronomia, receitas

Sanduba de Cará para “faxina” do organismo!

O cará é um tubérculo que proporciona muitos benefícios ao organismo. Ele ajuda a limpar o sangue do corpo, mas é rico em carboidratos. Porém diante disso, oferece muita energia. Basta não exagerar! Abaixo uma receita de sanduíche de cará com recheio de pesto, uma invenção da Chef Bela Gil.

bela-ep2-biscoito-de-cara

Ingredientes

  • 1 cará (inhame-cará) médio
  • 1 xícara (chá) de salsinha
  • 1 xícara (chá) de manjericão
  • 1 dente de alho pequeno
  • 3 colheres de sopa de azeite
  • 1 pitada de sal marinho
  • ¼ xícara (chá) de castanha-do-pará (opcional: sementes, castanhas, nozes)

Modo de preparo

  1. Descasque e corte o cará em três pedaços grandes.
  2. Cozinhe o cará na água fervente com sal até ficar aldente, por volta de 20 minutos.
  3. Escorra o cará e deixe esfriar.
  4. Enquanto o cará cozinha, prepare o pesto: coloque todos os ingredientes do pesto num processador ou liquidificador e bata até virar um molho.
  5. Corte o cará em fatias de um a dois centímetros, recheie com o pesto e sirva.

 

imagem e fonte: GNT

Gastronomia, receitas

Homus versão verde!

O homus é uma grande fonte de proteínas e fibras que mantém você saciada por muito tempo. Este prato versátil vai bem como refeição, entrada ou na hora dos petiscos. A versão com ervilha é leve e diferente.

homus tradicional é um prato feito com grão-de-bico e tahine (pasta de gergelim). De acordo com estudo do American Institute for Cancer Research, esta receita simples é rica em fibras e ácido fólico, que ajudam no funcionamento do intestino e em reduzir o colesterol.

A versão verde, feita com ervilhas, é rica em proteína de origem vegetal, tem grande quantidade de vitaminas e antioxidantes, além de fibras solúveis, que controlam a liberação de açúcar no sangue e diminui a absorção de gordura.

Na hora de servir, uma dica são torradas de pão sírio, que você faz cortando-o em pequenos triângulos e tostando no forno por alguns minutos. Também fica excelente ao lado de vegetais crus cortados em palitos, os chamados crudités.

A textura cremosa também funciona bem como um substituto de molho para salada. A receita a seguir rende quatro porções, com 74 Kcal cada.

homus-de-ervilha-fresca

Ingredientes

1 xícara (chá) de ervilhas frescas
1/4 xícara (chá) de salsinha fresca
2 colheres (sopa) de tahine
2 colheres (sobremesa) de suco de limão
1 dente de alho picado
Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo

Ferva água com sal em uma panela pequena.
Adicione as ervilhas e deixe cozinhar por dois minutos ou até que estejam macias.
Escorra, passe na água corrente e descasque.
Em um processador, adicione as ervilhas, a salsinha, o tahine e o suco de limão.
Tempere com sal e pimenta.
Bata de 30 a 40 segundos até obter uma massa grossa.
Guarde na geladeira para servir resfriado.

fonte e imagem: http://luciliadiniz.com/

Gastronomia, receitas

Mousse de maracujá diferente!

Um mousse de maracujá bem diferente do tradicional é a receita da Chef Bela Gil. É delicioso!

bela-ep3-mousse-de-maracuja

Ingredientes

Creme:

  • 2 maracujás peneirados, sem sementes
  • 2 colheres (sopa) de água
  • 1 copo de castanha-do-pará (deixado de molho por no mínimo 4 horas)
  • 1/3 copo de melado de cana ou de 8 tâmaras sem caroço
  • 1 colher de óleo de coco

Cobertura:

  • 1 maracujá com as sementes
  • ¼ copo de água
  • 1 colher (sopa) de melado de cana (ou açúcar mascavo)
  • ½ colher (chá) de agar-agar

Modo de preparo

  1. Coloque todos os ingredientes da cobertura numa panela pequena e dissolva bem.
  2. Ligue o fogo e deixe ferver, mexendo bem para o agar-agar não grudar na panela.
  3. Cozinhe por três minutos.
  4. Reserve durante o tempo de preparo da mousse.
  5. Coloque a castanha, o maracujá e a água no liquidificador e bata até ficar bem cremoso.
  6. Acrescente o melado e óleo de coco.
  7. Bata por mais alguns segundos até que a mistura fique bem homogênea.
  8. Sirva a mousse em porções na casca do maracujá ou numa tigela média.
  9. Para enfeitar coloque um pouco da cobertura por cima de cada taça e leve à geladeira!

fonte e imagem: GNT

Gastronomia, receitas

Para comer com palitinhos de legumes…

Muito fácil e excelente a receita de pasta de grão-de-bico com coentro, preparada pela Chef Bela Gil. Esta é uma opção de entrada ou lanche. Fica pronto em 5 minutos e pode acompanhar palitinhos de legumes. Muita gente, detesta coentro, então basta não acrescentá-lo.

bela-ep11-pastinha-3851

Ingredientes

  • 1 xícara de grão-de-bico cozido
  • 1 colher (sopa) de tahine
  • 1 colher (chá) de sal
  • ¼ a 1/3 xícara de coentro fresco
  • 2 talos de aipo cortado em palito
  • 1 cenoura cortada em palito
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 1 dente pequeno de alho
  • 2 colheres (sopa) de água

Modo de prepar0

Coloque todos os ingredientes no liquidificador ou processador e bata até virar uma pasta homogênea.

fonte e imagem: GNT